Wednesday, May 02, 2007

"POEMA TRISTE" de Fitun Fuick


POEMA TRISTE



Por que calcas meu solo?

Por que matas minha gente?

Meus verdes alcantilados,

minhas azuis montanhas

querem a paz,

a paz que todos queremos.

Minha aldeia sossegada

beija os aromas puros

das minhas humildes montanhas

que querem a paz.

Porque tu,

com tanto progresso técnico,

tens inveja daquilo

que eu não tenho,

não possuo,

mas quero ser.

Ser como o Senhor me fez,

nascer com a paz,

viver na paz

e dormir sonhando a paz!...



Quem acredita que eles não matam,

Não assassinam!

Quem crê que eles querem construir na guerra,

Com o cano das suas armas,

A minha aldeia.

Minha natureza contempla,

em silêncio, suas obras.

As cascatas das águas nascentes

das minhas montanhas levam os males

que eles cometeram,

para assim dar ao mundo,

aos fortes,

a honra e a glória!

Eu, no meu silêncio, choro

para que meus choros não ultrajem

a honra dos grandes.

Falo sem nada dizer

para que meus vizinhos me não gritem.

Acredito que a Paz existe para mim,

morrendo!...

9 comments:

Maracuja Maduro said...

Fitun Fuick :

Que coisa linda que você escreveu! Que poema tão sentido! Francamente gostei de ler este poema seu/sua!

Faço votos para que mande mais para o Maracujá publicar. Valeu a pena !

Parabens também ao Maracujá pela escolha deste poema que já foge um bocado ao nosso estilo de "Fote Maka Riba".

Eu estou a encher-me de inspiracão ave se mando alguma coisa ai para o Maracujá. O Mau Dick é aquela máquina. Não falha!


Um abraço

Manecas

manuela said...

caro maracuja, gostei de encontrar o seu blog, ler os poemas, ver as fotografias.
Mas acho muito apego ao passado.
Entao e o futuro desse país, que no presente, pelo que vejo ,continua lindo?

luis said...

Maracujá Maduro ...parabens pelo seu bolg...o poema de fitun fuik é maravilhoso.Parabens ao autor/a.Escreva mais porque porque tem muita gente interessada em ler os seus poemas.

Luis na Costa da Caparica

Anonymous said...

Ora que poema Fitu Fuick? Que transparencia do seu sentir. Nostalgia, saudade, amagra, encanto, desencanto, desilusão....gostei de ler! Parabens.

Em relação ao comentario da Manuela, pois eu acho que desde que seja para manifestar um sentir, oque interessa que seja passado ou presente ou futuro! Ninguem está a fazer previsões do que poderá acontecer! Poesia é mesmo assim quando não é alegria , é dor, é mágoa, é saudade, ´esperança, é paixão...enfim tudo isso. E o facto de ser Timor do Norte a Sul, eu julgo que a intenção é mais vasta do que falar só da nossa bonita ilha de imor. ßentir não tem fronteiras....

Um abraço


Manecas ( de Fatu Hada)

Anonymous said...

OH MINHA ESTRELA PERDIDA
NUM FIRMAMENTO DISTANTE
ALEGRA-TE E TEM ESPERANCA
VEM AI O COMETA CAVALCANTE

TRAZ PAZ ALEGRIA E AMOR
ESTE COMETA ENCANTADOR
SERA LEMBRADO PARA SEMPRE
COMO O TEU PRIMEIRO AMOR

CHEIO DE LUZ E BRILHO
ENCANTARA ESTRELAS PERDIDAS
O COMETA TRAS BOM ARGURIO
TRAZ A CURA PARA TODAS FERIDAS

UM ABRACO

MAU DICK

Rubina said...

Olá

Encontrei o seu blogue e como sou uma fã de Timor, estive aí em 2004, voltarei para saber mais histórias, poemas e sentimentos. Parabéns :)

Anonymous said...

Falando de tristezas aqui vai mais um:

O LU OLO TUDO DECLAROU
E VE-SE QUE TESO ESTA
RAMOS HORTA NAO MOSTROU
RIQUEZA ESCONDIDA, QUICA?

EM OSSU POBRE PALAPA TEM
O CANDIDATO A PRESIDENTE
MANSAO NA AREIA BRANCA, BEM,
E DO HORTA, NATURALMENTE!

E POR ISSO O BIGODACA
QUER QUE SEU OPOSITOR
PONHA TUDO NA PRACA
PARA MOSTRAR AO TIMOR

MOSTRA TUA GRANDE RIQUEZA
QUE GANHASTE OU FANASTE
NOSSO TIMOR COM TRISTEZA
QUER VER QUANTO GUARDASTE

SE HONESTO ES OH HORTA
NAO HA NADA A TEMER
TIRA FORA DA TUA PORTA
TUDO QUE LU OLO QUER VER!

TESO DUMA FIGA

Anonymous said...

Para Fitun Fuick:

Muitos parabens pela sua poesia! Gostei imenso, mas tambem sei que tristezas nao pagam impostos!
Todos nos temos que ter esperancas, pois quem espera sempre alcanca, nem que for um pontape na panca! (dado pelos nossos politicos de meia tijela)!

Um abraco e cheers!

HAPPYASLARRY

Anonymous said...

PIC NIC NA AREIA BRANCA

SE TU VISSES O QUE EU VI
LA NA QUINTA DO QUER SER
O HOMEM BEBENDO UMA VEEBEE
E PLANEANDO PARA O PODER

JUNTARAM-SE OS AMIGOS DA ONCA
CARRASCALOES, MONTEIRO, LASAMA
DEPOIS DE TAMANHA GINGONCA
DORMIRAM TODOS EM FATUCAMA

GRANDES AMIGOS ESTRANGEIROS
TAMBEM POR LA PASSARAM
SO FALTAVA OS PANELEIROS
E TODOS OS QUE INCENDIARAM

O INCOMPETENTE DO MONTEIRO
FALAVA DEMAIS O BAHASA
REINADO ESCONDIDO EM COQUEIRO
DIZIA, A MIM TU NAO ME CACAS

NAI VI LA O AMIGO VICENTE
QUE AINDA ESTAVA EM MAUBARA
CHUPANDO NAM MARAM E AGUARDENTE
A MANDADO E PAGO PELO SEU CARA

GRANDES PIC NICS FEITOS
NESTA MANSAO DE GRANDEZA
O POVO NAO TEM DIREITOS
E CONTINUA NA POBREZA

ANTONIO DAS CANTIGAS

DIA 9