Tuesday, May 08, 2007

BURAS ROHAN LAEK - de Abe Barreto




BURAS ROHAN LAEK


Buat hotu rahun, buat hotu nakfera, buat hotu sai uut tiha ona

Dubun foun sei mosu, haburas rai tetuk

Ita sei hamulak
Ita sei hananu knananuk sira bei ala nian
Ita sei tebe,ita sei bidu, hadulas fatuk uma lulik

Biti boot sei nahe, ita hotu sei tuur
Ita fuan sei mamar, ita ulun sei malirin
Haklaken lia loos, haktuir lia naksalak

Ksolok domin sei mosu, kmanek dame sei matak
Buras no buras, buras rohan laek
--
2006

5 comments:

Sítio do sol nascente said...

TIMOR DO SOL NASCENTE

Antes é passado,

primeiro dominante, depois dominado,

marcante e torturado, muito agonizado,

nunca esquecido mas ultrapassado.


Agora é presente,

onde se sente a dor efervescente,

o ambiente quente,

um desejo de paz pra toda a gente.


Amanhã é futuro,

em que o céu é claro,

o trabalho é duro mas nem por isso raro.


Amanhã é vontade,

amor e amizade, democracia e liberdade,

alegria e um sorriso de eternidade.


Timor do sol nascente,

serás terra, serás gente,

serás o passado e o presente,

serás o futuro e para sempre,

a nação de um povo crente.



Um abraço

Laumalai

António Veríssimo said...

RAIAR DA ESPERANÇA

Olho o céu e agradeço
Ter atendido minhas preces
Pacificar meu país
Trazer nova esperança
Restituir o que mereces
Plantar nova raiz
Que dará frutos de mudança

Que venha a paz e a concórdia
Que floresça o entendimento
Que o diálogo seja permanente
Que a mentira não tenha casa
Nem lugar para se esconder
Que o país seja nosso
Acolhedor e independente
Que a liberdade voe na asa
Da alegria que meu povo sente

Anonymous said...

A MINHA REDACCAO

(A LIBERDADE)

A LIBERDADE E UMA VACA QUE A MINHA TIA FAUSTINA TEM LA NA QUINTA DE METINARO.
A MINHA TIA POS-LHE O NOME DE "LIBERDADE", PORQUE A VACA TEM MUITAS TETINHAS, ONDE TODOS OS FILHOTES GOSTAM DE MAMAR SEM TEREM QUE VERGAR OS COSTADOS.
A "LIBERDADE" DA MINHA TIA, TEM AGORA CINCO ANOS E, PARA O ANO VAI PARA A VACAVERDADE, SIMILAR COM A PUBERDADE DOS HUMANOS.
A "LIBERDADE" DE VEZ EM QUANDO EMITE UNS SONS RUIDORES PELOS TRASEIROS COM CHEIRINHO A ESTURRO.
O ULTIMO RUIDO DE QUE ME LEMBRO, FOI O DE 9 DE MAIO PASSADO.
O MEU AVO SIMPLICIO, DIZIA MUITAS VEZES QUE A LIBERDADE ERA INVISIVEL E NAO PALPAVEL E QUE UM DIA A LIBERDADE HAVIA DE CHEGAR.
O AVO TINHA RAZAO!
QUANDO EU CRESCER VOU TER MUITAS "LIBERDADES", COMO A DA MINHA TIA FAUSTINA.
VAI SER CA UMA REINACAO DE LIBERDADES.

UM ABRACO

MAU DICKINHO

Anonymous said...

António Veríssimo has left a new comment on your post "BURAS ROHAN LAEK - de Abe Barreto":

RAIAR DA ESPERANÇA

Olho o céu e agradeço
Ter atendido minhas preces
Pacificar meu país
Trazer nova esperança
Restituir o que mereces
Plantar nova raiz
Que dará frutos de mudança

Que venha a paz e a concórdia
Que floresça o entendimento
Que o diálogo seja permanente
Que a mentira não tenha casa
Nem lugar para se esconder
Que o país seja nosso
Acolhedor e independente
Que a liberdade voe na asa
Da alegria que meu povo sente

Anonymous said...

Linda poesia belamente expressa em Tetun terik. Parabens Abe.

De um velho professor teu