Friday, January 01, 2010

"Alegre Madrugada! de MGabriela Carrascalão




03-12-2006

N'Alegre Madrugada....
chuva miudinha... na janela bate!
Oiço!...
O vento sussurra ...
A canção da madrugada
Alegre!...
É o canto do beija flor !
N'Alegre
canção..,
da Madrugada ...
O dia desperta !
O vento!…,
de saudade me abraça ...
É amor,
É Paixão !
N'alegre Madrugada

Canta beija-flor !
canta!
Acorda o meu amor!

N'Alegre Madrugada
Um sorriso nasceu,
O Teu no Meu,,,
Beija-flor canta !
Canta a canção !
D'Alegre Madrugada!

14 comments:

Anonymous said...

Hei mana Gaby sempre soube que eras artista ate mesmo a escrever poesia.
O Mau Dick e outro colega, do mesmo ano que eu mas mais novo em idade sempre teve a mania que era o Camoes la do sitio.

P'ra frente que e assim que eu gosto de ver o Timor do Norte a Sul.

Gosto muito de ler os poemas do Borja da Costa e do Xanana.

Voces devem esforcar mais a ver se começamos a mandar bocas la para o CPLP com os nossos poetas . Senao são sempre os mesmos a serem faldos . O Xanana, o Borja, o Silvan , Tacas ou Tacos , etc .

Sou assiduo leitor do Timor do Norte a Sul e dou muito valor ao trabalho do Maracujá que nao sei se será maduro ou verde mas que dá frutos isso dá!

Feliz Ano Novo para o pessoal todo

Manecas de Fatu Hada...

Flip said...

gostei iemnso :-)
Um Bom Ano Novo, felicidades, e vou passando
abraço :-)

.::Telmo R::. said...
This comment has been removed by the author.
.::Telmo R::. said...

Gostei bastante do formato deste blogue.. Aqui lê-se muita qualidade e, ainda por cima, na rainha da escrita, a poesia!
Pena é que eu não saiba usá-la ou sequer apreciá-la condignamente!
Parabéns.

Anonymous said...

Um poema lindo da minha querida colega da ERT de 75.

Um grande abraco ao Manecas de Fatu Hada. Ca continuarei com os meus irmaos "Kaduak", a insiste, insiste, insiste!

Feliz Ano Novo de 2010 para todos os leitores do Timor de Norte a Sul.

A Bem dos Poetas Timorenses na Obscuridade

Mau Dick, Le Mau Dick, Kaduak, Ze da Labia e Carlos Batista

Anonymous said...

Vivo num pais emprestado!

Vivo num pais emprestado
Onde tenho tudo afiancado
Mas nao me sinto realizado
Tenho o coracao noutro lado

Vivo numa casa palaciana
Sinto-me melhor numa cabana
Rodeado de gente bacana
Quero todos dias, dias de fim de semana

Eu sou bastante sonhador
Continuo a viver com esta dor
Que mal fiz eu, Senhor?
So penso no meu Timor

Sei que nao mereco
O que aqui lhe peco
Mas faco isso em verso
Neste momento adverso

Mau Dick

Anonymous said...

SOU UMA GOTA NO OCEANO!

Sou uma gota no oceano
Sinto-me como tal
Mas tenho muito amor palaciano
Que cultivo no meu quintal

Sou uma andorinha na primavera
Sinto-me como tal
E como uma quimera
Alimento uma chama infernal

Tenho sangue de Maubere
Que muitos acham anormal
A mim ninguem me fere
Estou vacinado contra todo o viral

Sinto-me um pouco anao
No meio de gigantes
Mas tenho um coracao
Com amor para toda as gentes

Neste dia historico e singular
Onde uma juventude tao briosa
Mostrou ao mundo como se deve amar
Uma patria tao airosa

Sinto-me ainda mais minusculo
Mas com um fervor de acentuar
Estou criando um musculo
Com muita forca para amar


Le Mau Dick

Anonymous said...

TIMOR!


Trago-te comigo,
Como se fosses um apendix

Sonho contigo,
Porque es a minha musa

Durmo contigo,
Porque es a esteira que me faz sonhar

Respiro contigo,
Porque es uma lufada de ar fresco

Vejo-te comigo,
De outra maneira nao saberia viver

No dia que nao o poder fazer
O mundo nao tem mais razao de o ser!



Ze da Labia

Anonymous said...

Hei Mau Dick ! Foste colega da Gaby Carrascalao? Também es jornalista? E que nao me lembro de ver outra pessoa na Radio para alem do saudoso Mariano Lopes, Jaime Neves a Emilia braga. Também ja foi tanto tempo? 30 anos ja la vao e muito coisa pode ter passado .

gosto de ler os teus versos so que nao sabia que esses nomes todos eras so tu pa. Porque nao escreves so com um nome!

Manecas de Fatu Hada

Anonymous said...

OS MEUS VOTOS PARA TIMOR LESTE 2010!

Nao precisas de almofadas de veludo
Nem de lencois de seda
Um paraiso que tem tudo
So precisa de "irradicar a pobreza"

E ja vai sendo tempo concerteza
Estao-se acabando, desculpas esfarrapadas
Sei que o calor torrido da moleza
E o vento quando assopra e as rabanadas

Mas ainda nao perdi a esperanca
Essa sera a ultima a morrer
A fe, essa vai e volta em andanca
Como quem tarda a amadurecer

Quero me dar ao luxo de te apregoar
Como um bom cauteleiro vende cautelas
Tambem quero continuar-te a amar
E adorar tuas paisagens belas

Quero continuar a ser com orgulho, teu filho
Oh mae amada e sofredora
Quero ser teu filho sem cadilho
Oh mae querida e embaladora

Quero ver Labariks sadios
Com agua potavel e sanitarios
Nao quero pobreza que me da arrepios
Parques para desporto com balnearios

Que os jovens parem de morrer
De bala furtuita e assassina
Que se as troquem por muito comer
E que se pare com a chacina

Que todos nos um retiro facamos
Onde possamos os pecados reflectir
Que o resultado nos torne manos
Para que Timor possa progredir

Mau Dick
2/01/2010

Anonymous said...

Manecas!

O Maracuja vai-te dar o meu email par tu contactares comigo.

Os pseudonios que utilizo, estao de uma maneira ligada ao conteudo dos poemas.

Fui colega na ERT, da Gabriela, do Claudino Valadares, o falecido Zeca Filipe, o falecido Mariano Lopes,da filha do Mestre Cruz(professora), entre outros.

Um abraco

Mau Dick

Anonymous said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Anonymous said...

Manecas

Eu era controlador sonoro, como o Claudino e o Zeca Filipe e o Xico Baptista.
Tambem preparava os discos pedidos, todos os dias. Comecei em 74. Se aquilo tem continuado sem guerra, hoje era o Paxa da emissora e TVTL.
eheheheheheheheh
Um abraco

Maracuja Maduro said...

Meus amigos:

Este blog e para publicação de trabalhos dos nossos poetas ensaístas, contadores de historias, etc...

Vou publicar de novo a razão da existencia do "Timor do Norte a Sul"


Este blog está aberto a todos os que de forma positiva queiram participar com algo que nos faça ter orgulho da nosso trabalho, das nossas raizes e acima de tudo da nossa existência como seres humanos. Se é poeta, ensaista, contador de histórias, pois partilhe com os leitores do Timor de Norte a Sul. Em Português, em Tetum ou em Inglês. Timor do Norte a Sul é seu....


Pelo que agradeço que deixem as vossas diferenças pessoais em casa ou nos blogs dedicados a isso. Este não pro favor . Se as vossas diferenças sao para discutir obras literárias, sim! São benvindos !

Obrigado

Maracuja Maduro