Thursday, September 06, 2007

"TIMOR E A SOLIDAO" de Mau Lear




Estou sem inspiração mas quero escrever em verso alguma coisa sobre Timor

Algo que me liberte e me tire o peso do coração, uma boa noticia será possível ou não? 

Nada de política, nada de desgraças, nada de soberbas nem de tiros.

Mas uma névoa sentida de amor, e carinho que distancie da terra amada toda a pulhice e sangria.

Uma nuvem de veneno puro e gostoso que limpasse o mal cheiroso a maldade e o desespero. 

Que desse a Timor o caminho maravilhoso das estrelas e constelações cheia de milhões de anos de luz e salva de complicações

Mas a porcaria da inspiração não me vem, e eu nesta solidão nesta confusão de soberbas e de tiros desisto.

E engulo o tal veneno puro e gostoso.

Mau Lear

4 comments:

Anonymous said...

Mau Lear era o "nome de guerra" do dirigente da Fretilin António Carvarino. Não será uma indevida apropriação de nome alheio?

António Veríssimo said...

Um brande abraço para o amigo Maracujá.
De vez em quando lá assino o "ponto" e envio uma coisita.
Desta vez é de José Carlos Ary dos Santos. Um poeta irrequieto e inconsolável que faleceu cedo demais, no auge da sua produção.

Abraço para todos




A CIDADE É UM CHÃO DE PALAVRAS PISADAS


A cidade é um chão de palavras pisadas
a palavra criança a palavra segredo.
A cidade é um céu de palavras paradas
a palavra distância e a palavra medo.

A cidade é um saco um pulmão que respira
pela palavra água pela palavra brisa
A cidade é um poro um corpo que transpira
pela palavra sangue pela palavra ira.

A cidade tem praças de palavras abertas
como estátuas mandadas apear.
A cidade tem ruas de palavras desertas
como jardins mandados arrancar.

A palavra sarcasmo é uma rosa rubra.
A palavra silêncio é uma rosa chá.
Não há céu de palavras que a cidade não cubra
não há rua de sons que a palavra não corra
à procura da sombra de uma luz que não há.

ARY DOS SANTOS

Mau Lear said...

Mau Lear e foi e sera um nome da lista dos nomes usados em Timor.
Que eu saiba nao existem ainda previlegios de donos de nomes, ou sera que sim?

O anonimo das 5.56 AM perdeu uma boa oportunidade de se calar!

Por acaso sabe quem foi o Mau Lear mais tristemente conhecido em Timor?

Por acaso, nem sequer foi o Carvarino, mas acho que nao vou entrar em explicacoes pois que essas ficam caras.

Na sua maneira retrograda de pensar, o anonimo apropriou-se do seu nome de quem?

Mau Lear

Anonymous said...

MAU LEAR!

O MAIOR LADRAO EM TIMOR NO TEMPO DO CAMARA, FOI O MAU LEAR.
NO TEMPO DO PITE, FOI O AUTOMATICO.
O CARVARINO, MAU LEAR, TINHA UM IRMAO QUE FOI MEU COLEGA DE ESCOLA.FILHO DO ANTONITO SANTOS.
O OUTRO MAU LEAR QUE CONHECI ERA O ABILIO E ELE AFINAVA-SE QUANDO LHE CHAMAVA-MOS MAU LEAR.

NO TEMPO DOS INDONESIOS HAVIA MUITOS MAU LEAR'S.SEGUNDO DIZEM TAMBEM DEPOIS DOS INDONESIOS HOUVE MUITOS MAIS MAU LEAR'S.

MAU FEUK