Friday, November 27, 2009

" A Ilha Paraiso!" de Carlos Batista

Eramos jovens, sedentos "do todo da vida"
Viviamos na Ilha Paraiso que era Timor
Para nos a camaradagem era coisa sentida
Assim como belo, era o nosso Amor

Ilha cheia de magia e de sobrenatural
Ilha muito unica e muito linda
Que nem mesmo um vendaval
Nos atirava para a berlinda

Somos corpo e sangue de Portugal
Tecido de boa fibra e duravel
Que nem mesmo um vendaval
Apaga este espirito incansavel

Somos Reis, Parreiras, Pedruco, Braga
Somos Baptistas, Correias, Pires e Simoes
Tambem somos Pintos, Silvas e Fraga
E porque nao Machado, Nascimento e Magalhoes

E os anos foram-se passando lentamente
Passamos a ternura dos quarenta
Novos rebentos ja ecoam firmemente
Caminhamos agora pros sessenta

Mas a Ilha Paraiso Timor
E o nosso maior Amor
Que nos causa por vezes muita dor
Mas que nao nos faz mudar de "cor"


Carlos Batista

26/09/09

1 comment:

Arroba said...

No auge do massacre
De branco me vesti
Sempre com o pensamento
Em Timor , em ti Díli.

Vesti-me de branco
Acendi mil velas
Sempre a pensar em ti
Por Timor, assim senti

Voltou a doer-me a alma
Quando à distancia
Te imaginei ilha em dor
Terra em disputa
Por mais de um senhor

Trago-te no coração
Filho fiel
Ilha, povo
País irmão
Timor em dor
Timor revolução

Timor
Tens o mar
As ondas
A maresia
E tens como filhos
Nascidos na poesia
Dessa ilha
De olhos postos
No oceano
Timor sonho
Inventado um dia.

Arroba

Venho retribuir a visita e agradecer de forma singela, desejando um 2010 com PAZ , AMOr e HARMONIA.